Ambientação
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.
Últimos assuntos
» Voltar com o fórum.
por DIO Sab Out 28, 2017 10:07 am

» Bardo
por Eight D. Lancelot Qui Out 19, 2017 5:52 pm

» Bárbaro
por Eight D. Lancelot Ter Out 17, 2017 11:31 am

» Lista de Poderes
por Reficul Dom Out 15, 2017 11:04 am

» Tudo sobre Poderes
por DIO Sab Out 14, 2017 11:01 pm

» [Sistema] Quests: Trama, Missões e Aventuras
por Eight D. Lancelot Qua Out 11, 2017 2:48 pm

» Perícias e Habilidades de Personagem
por DIO Seg Out 09, 2017 9:48 pm

» [Evento] Beta Tester
por Kdechi Ter Jan 31, 2017 10:03 pm

» sugestãozinha
por Weeld Dom Jan 15, 2017 3:09 am

» [Raça Mística] Elfos
por Beorn Ter Jan 10, 2017 11:10 pm

Prêmios
Nombre apellido
Mejor héroe
Nombre apellido
Mejor Villano
Nombre apellido
PJ más activo
Parceiros

Élite 0/40

Gnomos, a perfeição de Tilliann.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Gnomos, a perfeição de Tilliann.

Mensagem por Loki em Sab Jul 30, 2016 1:00 pm


Gnomos, a perfeição de Tilliann.

Não existem gnomos em Arton. Ou, melhor, não existem mais gnomos nativos de Arton. Porque sua divindade foi banida, esquecida para sempre.
Eras atrás, Tilliann — o Deus da Engenhosidade e Criatividade — desafiou o Panteão. Havia se unido a Valkaria e Kallyadranoch para criar uma nova raça; uma raça perfeita, unindo a
inventividade, ambição e poder extremo das três divindades.
Infelizmente, esse povo irrefreável tornou-se poderoso demais, uma praga que ameaçava o multiverso. Foram quase exterminados pelos deuses, mas aqueles que sobreviveram tornaram-se lefeu, os demônios da Tormenta. Essa foi a Revolta dos Três. Por esse crime,
cada uma das divindades responsáveis teve seu castigo: Tilliann foi condenado a vagar para sempre por WinterFall, a loucura que tomou sua mente estampada para sempre na face.
Nunca chegou a terminar a raça que pretendia. Nunca estabeleceu os gnomos como um dos grandes povos de Arton. Mas isso não foi verdade em outros mundos, outros multiversos. Espalhados por toda a Criação, gnomos de outras terras visitam Arton, até mesmo fixam residência aqui. Mas foram eles concebidos por Tilliann? Por algum outro estranho Deus dos Inventos? Quem teria a resposta?
O representante mais célebre da raça é Lorde Niebling, atualmente residente no Palácio Imperial de Valkaria. Digno de sua possível divindade criadora, este gnomo trouxe ideias e engenhos que promoveram a segurança e o avanço do Reinado.
Assim, Lorde Niebling é conhecido como “o único gnomo de Arton”. Outros gnomos ocasionalmente chegam aqui, mas nenhum até hoje tornou-se tão ilustre. Na verdade, quando você alega ser um gnomo, corre o risco de ser tomado por “mais um farsante tentando se fazer passar por Lorde Niebling”...

Personalidade: Todos os gnomos vistos em WinterFall parecem fervilhar de energia e criatividade, mas distraem-se com facilidade impressionante. São capazes de imaginar máquinas e invenções avançadíssimas — mas em geral com pouca utilidade prática.
Refletindo os atos de seu deus, que nunca “terminou de criá-los”, gnomos também costumam deixar seus projetos pela metade, partindo para um novo invento antes de terminar o antigo.
Gnomos tendem a ser rabugentos e reclusos, preferindo a solidão de suas tocas a qualquer companhia. Muitos, no entanto, apaixonam-se pelas grandes cidades dos humanos e ali encontram seu lugar — geralmente como estudiosos, alquimistas, engenheiros, inventores ou magos ilusionistas, as maiores aptidões da raça.
Isso porque, apesar da rabugice, sua inventividade é indomável. Gnomos são capazes de esbravejar contra máquinas e até mesmo assistentes, mas nunca trocariam suas criações pela vida pacata que tanto dizem buscar.
A maioria dos gnomos tem o costume enervante de falar muito rápido: mesmo um gnomo falando em valkar parece estar discursando em um estranho e desconhecido idioma!

Aparência: Gnomos são um pouco mais altos que os halflings e um pouco mais baixos que os anões — medem cerca de 1 metro de altura. São ligeiramente aparentados aos anões, mas menos robustos. Muitos têm orelhas pontiagudas, e quase todos cultivam barbas ou cavanhaques curtos e bem cuidados.
Gnomos têm grande apreço por roupas coloridas e joias. É comum que ostentem ferramentas e engrenagens penduradas nas roupas, como se fossem adornos. Também não é nem um pouco raro ver um gnomo totalmente sujo de carvão, fuligem, graxa e outras substâncias cujos nomes só eles conhecem.

Relações: Apesar de seus hábitos excêntricos e personalidade forte, gnomos se relacionam bem com quase todas as raças — especialmente halflings e anões. Apreciam a boa vida dos nativos de Hongari, e também o trabalho duro dos filhos de Doherimm.
Suas criações são bem-vindas por todos (quando funcionam...), especialmente os humanos.
Curiosamente, gnomos tendem a desenvolver uma relação de rivalidade e competitividade com a outra raça mais engenhosa de Arton: os goblins. Quando tem oportunidade, um goblin tenta sabotar os inventos de um gnomo. No entanto, devido ao número reduzido de seu povo em WinterFall, é mais frequente que gnomos empreguem goblins como ajudantes em suas oficinas — tornando tais lugares os maiores antros de bagunça e perigo no Reinado...

Tendência: Inventivos, gnomos estão sempre pensando em como mudar o mundo e suas regras; por isso, tendem a ser Caóticos.
Gnomos Leais conseguem unir sua criatividade natural com disciplina, tornando-se grandes pesquisadores ou acadêmicos.
Em geral, gnomos são Bondosos. Por mais que às vezes sejam rabugentos, não desejam machucar ninguém. O raro gnomo Maligno pode ser bastante assustador, criando armas de grande potencial destrutivo.

Terras dos Gnomos: Tais terras ficam longe, muito longe mesmo. Nativos de outros mundos, gnomos não existem aqui em quantidade suficiente nem para lotar uma taverna, quem dirá formar comunidades!
Mas é possível que, cedo ou tarde, eles “inventem” um meio de aparecer aqui em grandes grupos. Esse é um evento tão ansiado por alguns quanto temido por outros.

Religião: Ninguém sabe ou lembra que Tilliann foi um deus. Talvez nem os próprios deuses se lembrem bem dele!
O gnomo típico é distraído demais para devotar-se a uma religião (ou, pelo menos, não o bastante para merecer poderes em troca). Ainda assim, gnomos visitando WinterFall trazem suas próprias crenças e divindades — talvez aspectos ou substitutos de Tilliann.
Também é verdade que, por sua natureza curiosa e inconstante, acabem se convertendo aos cultos locais. Hyninn e Valkaria estão entre seus favoritos.
A aversão de muitos gnomos à violência física (ou melhor, sua convicção de que existem meios mais inteligentes de vencer) também leva membros desta raça a cultuar Lena e Marah.

Idioma Gnomos têm idioma próprio, e fazem tentativas insistentes de ensiná-lo. Mas é tão incrivelmente complicado (e de serventia duvidosa em um mundo sem gnomos) que ninguém tem o menor interesse em aprender.

Aventuras: São raros os gnomos que decidem ser heróis. A maioria leva a vida como alquimistas, estudiosos e pesquisadores, procurando respostas para as maiores — e também as menores — indagações do universo. O eventual gnomo aventureiro é quase sempre impulsionado pela curiosidade, partindo em jornadas para fazer descobertas ou testar inventos.
Quase nunca um gnomo entrará em combate voluntariamente. Diante desse tipo de situação, preferem fugir ou enganar o inimigo com truques ou magias. Mesmo os magos gnomos mais
poderosos evitam ferir seus oponentes sempre que possível, buscando alternativas não violentas para detê-los.
A carreira como mago é a mais provável — encher a cabeça de fórmulas herméticas é bem o seu estilo. Também podem ser bons bardos e ladinos.

Traços Raciais:• +4 Inteligência, +2 Constituição, –2 Força. Gnomos são inteligentes e resistentes, mas também fracos.
• +4 em testes de Intuição e Ofício (alquimia). Gnomos são perspicazes e familiarizados com ilusões e poções.
avatar
Loki

Mensagens : 30
Data de inscrição : 07/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum